Tratamentos 

Não há registro em toda a história humana de um período tão conturbado como o que estamos vivendo. As pressões são muitas e vêm de todos os lados: pressões no trabalho, dificuldades financeiras, problemas familiares, dificuldades de convívio, traições, querelas e litígios, falsos testemunhos, pessoas agressivas e frias, perdas pessoais diversas, infidelidade, violência por todos os lados, enfim, um mundo que está muito mais para um imenso vale de lágrimas do que para um mar de rosas. E o que todas estas coisas tendem a causar nas pessoas? Insegurança, medo, ansiedades e depressões.

Todos estes fatores listados acima tendem a causar um desequilíbrio psíquico e afetivo nas pessoas, e uma vez instalado esse desequilíbrio podem ser muitas as formas de apresentação dos sintomas que as pessoas passam a experimentar: desânimo, tristeza, inquietação, medos, insônia, tremores, dores no estômago, diarréias, queda de cabelos, pruridos pelo corpo, desestímulo, um cansaço fora do normal, pensamentos autodestrutivos, idéias pessimistas, queda no desempenho funcional no trabalho ou nos estudos, irritabilidade, enfim, uma como que nuvem negra começa a pairar sobre a vida das pessoas e o sofrimento psíquico passa a se tornar uma constante desagradável no dia a dia​.

Transtorno de Ansiedade

A ansiedade elevada é a grande vilã dos tempos modernos. Afeta significativamente a qualidade de vida, não deixa a mente relaxar, faz com que o indivíduo viva focado no futuro e não no presente. Fisicamente pode ser expressada por tremores, palpitações, sudorese intensa, entre outros.Os transtornos podem apresentar-se sob várias formas: fobias, pânico e ansiedade generalizada.

Transtorno Obsessivo Compulsivo

O indivíduo fica aprisionado em rituais obsessivos, mais comumente ligados ao medo de contaminação ( lavar as mãos inúmeras vezes por dia, por exemplo) e verificação ( conferir compulsivamente se a porta está fechada, por exemplo) . Necessidade de simetria, contagens repetidas de alguma ação, pensamentos obsessivos de que algo ruim irá acontecer se os rituais não forem realizados são outros sintomas possíveis. 

Depressão

Tristeza profunda e persistente , choro fácil, alteração do sono /apetite/ memória, perda de interesse por atividades que antes causavam prazer, desesperança, diminuição da libido- esses são alguns sintomas da depressão. O mundo é visto cinza, sem graça, e muitas vezes o pessimismo e a falta de perspectiva toma conta. A depressão é uma doença e precisa ser tratada. Medicamentos atuam no desbalanço neuroquimico presente e a psicoterapia também tem suas indicações ( casos leves ou como adjuvante). 

Transtorno do stress pós- traumático

Pessoas que passaram por algum evento traumático ( acidente, assalto, etc) podem desenvolver sintomas ansiosos. Ao se recordar do fato a pessoa pode ter a sensação de reviver o momento, ou seja, repetir a sensação de sofrimento. Também pode ocorrer a evitação de locais e/ou situações que despertem tais emoções dolorosas. 

Dependência Química

O usuário de álcool e drogas ilícitas pode ir gradativamente perdendo o controle sobre o uso da substância e chegar a um ponto em que mesmo querendo não consegue parar de usar, está instalada a dependência química. Os prejuízos na vida profissional e nos relacionamentos interpessoais são inevitáveis. Um acompanhamento intensivo e muita força de vontade podem alterar o rumo de uma vida.

Esquizofrenia

Transtorno psíquico grave caracterizado principalmente pela alteração no contato com a realidade (psicose). Alucinações auditivas ou visuais, delírios, fala desorganizada, paranóia são sintomas possíveis. A cognição e o comportamento é afetado. O uso de antipsicóticos muda o curso da doença.

Transtorno Alimentar

O conflito ou os sentimentos são projetados no alimento. 
Fazem parte desse grupo a anorexia ( restrição alimentar que coloca em risco a vida) , bulimia ( uso de métodos purgativos com laxantes ou  provocar o vômito após refeições com considerável ingesta  calórica) e o transtorno do comer compulsivo.

Transtorno de adaptação ou ajustamento

Passar por alguma situação nova ou difícil pode desestabilizar emocionalmente um indivíduo, gerando sintomas depressivos ou ansiosos. Doença, mudança de residência/escola/trabalho, casamento, fim de um relacionamento, aposentadoria, nascimento de um filho, etc, são exemplos de tais situações.

Transtorno Bipolar

Caracterizado principalmente pela instabilidade de humor, ou seja, períodos de depressão alternados com períodos de euforia. Mas trata-se de uma doença com uma grande diversidade de apresentação ( espectro) , em alguns casos há períodos de intensa irritabilidade ao invés de euforia. Insônia, agitação, impulsividade, maior exposição a riscos, entre outros, são sintomas que podem estar presentes nos momentos de humor elevado. Muitas vezes o paciente não percebe, mas as pessoas ao redor sim, de modo que tal fase pode acarretar prejuízos nos relacionamentos e no trabalho pela redução do juízo crítico. A fase depressiva, por sua vez, pode vir acompanhada de ideação suicida em casos graves. Em função das múltiplas faces da doença, um diagnóstico criterioso é necessário e a escolha individualizada da medicação é fundamental para o sucesso do tratamento.

© 2014 por LHV Designer. 

Dra. Franciele Weiler Veit  

Dra. Caroline Miklasevicius

51-4063.9764